Genética de Populações e Evolução

Os objetivos do projeto são descrever os alelos e haplótipos de genes cujos produtos estão envolvidos em respostas imunes e suas frequências em populações, e interpretar as consequências funcionais dessa diversidade. A descrição da variação em populações é importante para muitas áreas, incluindo medicina, biologia evolutiva, antropologia biológica e biologia molecular. Pela interpretação da variação intra- e interpopulacional é possível obter informações relevantes para o conhecimento da natureza e das consequências funcionais da diversidade genética humana.

A imunogenética fornece alguns dos exemplos mais extremos de diversidade. O polimorfismo dos genes HLA clássicos não encontra paralelo em outros sistemas genéticos. Também os genes KIR (killer immunoglobulin-like receptors), cujos produtos são receptores de células NK (natural killer) exibem grande variação, tanto de conteúdo gênico, quanto alélica. Outros genes imunorrelevantes, como os que codificam receptores do tipo Toll (toll-like receptors), citocinas e seus receptores, entre outros, apresentam polimorfismo mais limitado